Tagged: estátua RSS

  • MuBE Virtual 14:07 on 21/02/2014 Permalink | Reply
    Tags: apolo, bronze, estátua, hamas   

    Hamas confisca estátua de Apolo 

    Perdida há séculos, uma estátua do deus grego Apolo reapareceu misteriosamente na Faixa de Gaza, mas logo foi apreendida pela polícia e sumiu. A notícia aguçou a imaginação de arqueólogos do mundo todo, mas ninguém sabe se o bronze de tamanho natural poderá ser exibido.

    Joudat Ghrab, um pescador local de 26 anos, diz ter retirado a imagem de 500 quilos do fundo do mar em agosto. Ghrab conta ter visto uma forma humana deitada em águas pouco profundas, a cerca de 100 metros da praia. No começo, achou que fosse um corpo queimado, mas quando mergulhou, viu que era uma estátua.

    Com a ajuda de parentes, ele levou quatro horas para levar o tesouro até a praia e arrastou o Apolo até sua casa em uma carroça puxada por um burro. Sua mãe “quase morreu de susto” ao ver o deus grego nu e exigiu que as partes íntimas fossem cobertas. Ghrab cortou um dos dedos e o levou a um especialista em metais, achando que poderia ser ouro. Sem que ele soubesse, um dos seus irmãos cortou outro dedo querendo pesquisar por conta própria.

    Pouco depois, membros da família que pertencem a uma milícia do Hamas tomaram a estátua e, em seguida, ela apareceu à venda no eBay por US$ 500 mil. O problema era a mensagem abaixo, que dizia que o comprador deveria buscar o Apolo em Gaza, que está isolada por um bloqueio israelense.

    Assim que a notícia se espalhou, autoridades do Hamas ordenaram o confisco do Apolo. Para a grande frustração dos arqueólogos, nenhum especialista analisou a imagem, que apareceu apenas em algumas fotografias mal feitas, enrolada em um cobertor dos Smurfs.

    Para Jean-Michel de Tarragon, historiador da Escola Arqueológica de Jerusalém, a estátua foi fundida entre os séculos 5.º e 1.º a.C. “Ela é única e não tem preço. Seria como tentar estabelecer o preço da Monalisa, do Louvre”, disse. Autoridades de Gaza disseram que a estátua não será mostrada ao público enquanto não for concluída uma investigação criminal para apurar quem tentou vendê-la. Museus do mundo inteiro já entraram em contato com funcionários do governo local para ajudar na restauração do Apolo.

    Fontes:

    “Hamas confisca estátua de Apolo”. Jornal O Estado de São Paulo, 12 de fevereiro de 2014. Página consultada em 21 de fevereiro de 2014.

     

     
  • MuBE Virtual 14:15 on 14/04/2011 Permalink | Reply
    Tags: estátua, , michael jackson, polêmica, Von Köhler   

    Obra “Madonna and Child” causa polêmica 

    Uma estátua que recria a famosa cena de 2002 quando Michael Jackson pendurou seu filho Prince Michael II na sacada de um hotel está causando polêmica em Londres. Alguns fãs mais exaltados chegaram até a ameaçar de morte Maria von Köhler a criadora da obra chamada “Madonna and Child”.
    Para alguns fãs a escultura serve mais para denigrir do que homenagear um dos maiores artistas da era do pop.

    Von Köhler se disse surpresa com a reação causada pela sua obra que está exposta no Hackney Studio em Londres. Em especial ela se refere a quem já presumiu que seu trabalho foi feito com a intenção de negar ou ridicularizar o astro morto em 2009. A artista diz que sua intenção era a de comentar uma cena bastante conhecida divulgada por toda a imprensa. “A obra investiga a relação entre alguém com um status de ícone incomparável, a mídia e o público que seguiram o acontecimento”, completa a escultora em entrevista ao london24.com.

    (Notícia de: Vagalume) (Imagem: Vagalume)

     
  • MuBE Virtual 12:30 on 06/04/2011 Permalink | Reply
    Tags: , estátua, fortaleza, iracema, messejana, pichação, tatuagem   

    Iracema tatuada 

    “’É uma tatuagem. Estilo tribal’, brinca um passante sobre a pichação que toma a barriga da índia Iracema, na lagoa de Messejana.”

    Esse é um trecho da notícia publicada no Jornal “O Povo”, de Fortaleza, no fim de março.  A Iracema referida no texto é uma bela estátua de 12 metros de altura, que possui dez placas temáticas para contar sua história, ao redor do espelho d´água onde se encontra.
    Símbolo de Fortaleza, fruto do imaginário de José de Alencar, há 5 estátuas de Iracema espalhadas pela capital cearense. Contudo, a referida do Lago Messejana parecia estar nas piores condições. Ano passado, além da sujeira e da pintura desgastada, a bomba d’água que banhava a personagem e a lança que estavam em uma de suas mãos chegaram a ser roubadas. Há cerca de 3 meses, a obra foi entregue após uma restauração, provinda da iniciativa privada; hoje, já se vêem várias pichações na estátua.

    Não faz tempo que o MuBE Virtual trouxe, aqui no blog, a temática da depredação do patrimônio público. E assim como o roubo, a pichação também é crime; na busca de soluções, é necessário pensar em medidas e políticas públicas. Segundo a mesma matéria, “A Secretaria Executiva Regional (SER) VI informou que o pelotão da Guarda Comunitária irá reforçar a ronda no local para coibir outras ações de vândalos”. Mas “flagrar o autor da pichação é a maior dificuldade”.

    E quanto ao cerne da problemática, que se concentra nos motivos reais que impelem as pessoas a ter tal postura – e assim, depredar o que é próprio delas? Aí está uma questão a ser pensada mais profundamente.

    (Texto: Luna Recaldes) (Imagem: Panoramio de Rubens Craveiro)

     

     
c
compose new post
j
next post/next comment
k
previous post/previous comment
r
reply
e
edit
o
show/hide comments
t
go to top
l
go to login
h
show/hide help
esc
cancel