De uma tradição a um monumento público

“Ricardo Cipicchia nasceu na Itália no ano de 1885. Ele foi um artista plástico que, em contato com a cultura brasileira, se tornou um apaixonado por ela, transmitindo essa sua paixão nas suas obras de arte. Durante os anos da década de 50, faz uma escultura representando A Pega do Porco, ou como é conhecida, o Porco Ensebado. A obra feita em bronze, no ano de 1952, ficava na Praça da República no centro de São Paulo, porém, 20 anos após sua inauguração, transferiram-na para o Parque do Ibirapuera, onde permanece até hoje na entrada do portão 6 pela Avenida do IV Centenário.”

 

Confira a ficha completa da obra no MuBE Virtual

“A pega do leitão é uma brincadeira típica do interior paulista. O jogo consiste em pegar o animal, anteriormente, lambuzado pelo sebo. O prêmio variava desde quantidades de dinheiro até o próprio porco capturado. Tombos, escorregões, gritos e a lama geravam uma grande festa e garantiam a farra da molecada. Essa é a beleza e o encanto da obra: a simplicidade e a alegria das crianças atrás do porco arredio que tenta, mesmo agarrado, fugir daquelas mãos que o agarram. O bronze dá um efeito legal, dando a impressão de ser o barro no qual os dois meninos estão para poderem apanhar o porco.”

(Por: Luna Recaldes e Tatiana Matteoni) (Imagem: acervo próprio) (Fonte: site de Jornalismo da  Universidade Presbiteriana Mackenzie)