Updates from February, 2011 Toggle Comment Threads | Keyboard Shortcuts

  • MuBE Virtual 14:30 on 23/02/2011 Permalink | Reply
    Tags: aniversario, , , manila, , movimento, poder popular, portugal   

    Poder popular 

    “Trabalhador Filipino coloca bandeiras nacionais no monumento ao Poder Popular de Quezon, ao leste de Manila. Trata-se de comemorar o 25º aniversário da ‘Revolução do Poder Popular’ de 1986. Foi nesse ano que o movimento insurrecional de carater não-violento restaurou a democracia no país, pondo fim à ditadura de duas décadas de Ferdinando Marcos e da sua mulher Imelda. As bodas de prata da revolução filipina coincidem com um momento em que, no Oriente Médio, vários paises estão a braços com as insurreições populares, quase sempre menos pacíficas do que a que varreu as Filipinas há um quarto século.”

    (Por: Luna Recaldes e Tatiana Matteoni) (Fonte: RPT ) (Imagem: Dennis M. Sabangan)

     
  • MuBE Virtual 15:31 on 16/02/2011 Permalink | Reply  

    De uma tradição a um monumento público 

    “Ricardo Cipicchia nasceu na Itália no ano de 1885. Ele foi um artista plástico que, em contato com a cultura brasileira, se tornou um apaixonado por ela, transmitindo essa sua paixão nas suas obras de arte. Durante os anos da década de 50, faz uma escultura representando A Pega do Porco, ou como é conhecida, o Porco Ensebado. A obra feita em bronze, no ano de 1952, ficava na Praça da República no centro de São Paulo, porém, 20 anos após sua inauguração, transferiram-na para o Parque do Ibirapuera, onde permanece até hoje na entrada do portão 6 pela Avenida do IV Centenário.”

     

    Confira a ficha completa da obra no MuBE Virtual

    “A pega do leitão é uma brincadeira típica do interior paulista. O jogo consiste em pegar o animal, anteriormente, lambuzado pelo sebo. O prêmio variava desde quantidades de dinheiro até o próprio porco capturado. Tombos, escorregões, gritos e a lama geravam uma grande festa e garantiam a farra da molecada. Essa é a beleza e o encanto da obra: a simplicidade e a alegria das crianças atrás do porco arredio que tenta, mesmo agarrado, fugir daquelas mãos que o agarram. O bronze dá um efeito legal, dando a impressão de ser o barro no qual os dois meninos estão para poderem apanhar o porco.”

    (Por: Luna Recaldes e Tatiana Matteoni) (Imagem: acervo próprio) (Fonte: site de Jornalismo da  Universidade Presbiteriana Mackenzie)

     
  • MuBE Virtual 13:50 on 15/02/2011 Permalink | Reply  

    Obelisco volta para o Largo da Batata 

    A obra Monumento à Aldeia de Nossa Senhora Pinheiros, do escultor paulistano Luiz Morrone, voltou este ano para a Praça João Nassar, próximo à Estação de Metrô Faria Lima.

    O monumento, uma coluna de granito com um relevo de bronze no topo, ilustra índios, bandeirantes e jesuítas, numa homenagem à aldeia que deu origem ao bairro de Pinheiros. Ele havia sido retirado do local para a construção do metrô.

    (Texto: Katia Kreutz) (Imagem: Prefeitura de SP)

     
  • MuBE Virtual 14:32 on 07/02/2011 Permalink | Reply  

    Pesquisa vai revelar a saúde dos monumentos 

    Um projeto do Instituto de Geociências da USP pretende mostrar o estado dos quase 400 monumentos da capital. Para isso, a USP adquiriu quatro novos equipamentos para os pesquisadores, entre dezembro e janeiro, segundo o JT.

    São aparelhos que lembram o seriado policial CSI (Crime Scene Investigation): uma lanterna ultravioleta, usada para detectar materiais orgânicos, como pinturas na superfície das esculturas; um ultrassom que emite um diagnóstico sobre a “saúde” do granito ou mármore; um espectrofotômetro, que mede a cor; e um esclerômetro, que avalia a resistência do material usado na obra.

    Segundo a prefeitura, o trabalho poderá ajudar a planejar intervenções para manter as estátuas bem conservadas.

    Problemas

    A professora Eliane Aparecida Del Lama, que vai coordenar o trabalho, fez um levantamento com base em observações a olho nu, antes de dispor dos novos equipamentos. Dessa forma, ela já encontrou problemas como manchas, rachaduras e ferrugem em 15 obras de arte quando fez o estudo, entre 2004 e 2009.

    (Por: Luna Recaldes e Tatiana Matteoni) (Imagem: acervo próprio) (Fonte: Jornal Destak)

     

     
c
compose new post
j
next post/next comment
k
previous post/previous comment
r
reply
e
edit
o
show/hide comments
t
go to top
l
go to login
h
show/hide help
esc
cancel